PublicidadePublicidade

Durante ação da PM, morador de condomínio de Anápolis pede para ser preso “para não fazer bobagem”

Na delegacia, ele foi surpreendido por mais uma pessoa que desejava denunciá-lo

Da Redação Da Redação -
(Foto: Reprodução)

No feriado desta quarta-feira (21), policiais militares tiveram de se deslocar até um condomínio na Vila Jaiara, na região Norte de Anápolis, para atender o pedido de ajuda de uma jovem de 27 anos.

Desesperada, ela afirmou aos agentes, por telefone, que estava sendo mantida em cárcere privado junto com o filho e que o marido possuía uma arma.

Assim que a equipe chegou, porém, a moça disse que havia desistido de representar criminalmente contra o companheiro.

PublicidadePublicidade

Pouco depois, ela desceu aos prantos do apartamento para alcançar os policiais e dizer que mudou de ideia. Isso porque, depois que eles saíram, o marido teria feito novas ameaças e ainda tomado o celular dela.

O homem estava tentando fugir quando foi abordado pela guarnição e carregava com ele o smartphone da vítima.

Chamou atenção é que o suspeito pediu para ser preso, caso contrário achava que iria fazer alguma bobagem contra a esposa.

Na delegacia, uma irmã da vítima apareceu e disse que também já foi ameaçada de morte pelo cunhado e desejava fazer a representação.

Ele está à disposição da Justiça e deverá responder pelos crimes de ameaça e cárcere privado de pessoas aparentadas. Não foi localizada nenhuma arma.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade