PublicidadePublicidade

Educação de Anápolis: vencemos!

Amilton Filho Amilton Filho -
Anápolis foi a primeira cidade de Goiás a dar início a vacinação dos professores. (Foto: Bruno Velasco/Secom)

O Brasil só irá superar a crise econômica, sanitária e social quando houver vacina para toda a população adulta de todos os segmentos. A segurança e garantia à vida contra a Covid-19, como tínhamos até março de 2020, só será possível quando pudermos abandonar as máscaras, como já fazem diversas nações pelo mundo, e retomarmos a nenhum outro “novo normal”, mas sim, ao nosso normal de sempre.

Um dos pilares deste, agora saudoso, cotidiano é o retorno do calendário escolar pleno, com o cumprimento do plano nacional de Educação, a retomada da formação educacional das nossas crianças e jovens e o ritmo normal da vida.

E é neste ponto que demos um passo importantíssimo: o início da vacinação de professores e profissionais da Educação de Anápolis representa um capitulo fundamental para a vitória contra este vírus que já nos levou tantos e segue nos ameaçando. Vacinar todos os protagonistas das escolas fundamentais de Anápolis é dar conforto e garantia a todos os envolvidos no processo educacional, aos pais e alunos.

PublicidadePublicidade

Podemos afirmar, após este momento histórico que recebeu destaque nacional, que nós, que defendemos a Educação e lutamos por melhorias constantes, vencemos. Se o fim da guerra ainda demanda algumas batalhas, podemos hoje celebrar a vitória de uma delas.

A Ciência já sabe, hoje, que a taxa de transmissão em crianças e sua retransmissão a adultos é bem menor do que se imaginava e é potencialmente menor. Desta forma, a vacinação de adultos – lembrando que as vacinas disponíveis no Brasil só são indicadas para maiores de 18 anos – torna-se um alento para cessar a rede de transmissão e propagação desta doença.

Destaco, aqui, como é efetivo o resultado quando há união de todos. A decisão política do prefeito Roberto Naves em avançar no Plano Nacional de Imunização a ponto de poder elencar grupos prioritários como o da Educação, o envio de vacinas do Governo Federal e o repasse do Governo de Goiás. Junto a esta rede de entes executivos, tenho o orgulho de poder dizer que temos intensificado nos últimos meses uma verdadeira campanha para a inclusão da Educação dentro dos grupos prioritários.

Com cada um fazendo a sua parte, vemos a esperança voltar.

Amilton Filho é advogado e deputado estadual pelo Solidariedade. Escreve todas às quartas-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as visões do Portal 6.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade