PublicidadePublicidade

Agravamento da pandemia faz Argentina sacrificar uma das paixões nacionais do país

País atravessa o momento mais grave da pandemia, com um registro diário de cerca de 35 mil casos e 450 mortos

Folhapress Folhapress -
Estadio Monumental Antonio Vespucio Liberti (Foto: reprodução)

Em decisão conjunta do governo, da AFA (Associação de Futebol Argentino) e da Liga Profissional, o futebol foi suspenso na Argentina até o próximo dia 30. A decisão acontece por causa do agravamento da pandemia da Covid-19 no país.

Segundo a Conmebol, a decisão não atinge jogos da última rodada da fase de grupos da Libertadores. As partidas entre River Plate x Fluminense, Racing x Rentistas (URU), Boca Juniors x The Strongest (BOL) e Defensa y Justicia x Independiente del Valle (EQU) estão mantidas. O mesmo vale para os confrontos da Copa Sul-Americana.

Neste final de semana, deveriam acontecer as semifinais da Copa da Liga Profissional no país. Os jogos serão remarcados para junho.

PublicidadePublicidade

A decisão vem junto com outras medidas restritivas anunciadas pelo presidente do país, Alberto Fernández, depois da semana com a maior quantidade de casos de coronavírus na Argentina desde o início da pandemia, em março do ano passado.

O país, que se prepara para receber a Copa América, atravessa o momento mais grave da pandemia, com um registro diário de cerca de 35 mil casos e 450 mortos

“Para acompanhar as medidas sanitárias anunciadas ontem (quinta-feira) pelo presidente Alberto Fernández visando o combate à segunda onda da pandemia da Covid-19 que vivemos, a AFA decidiu suspender a programação dos jogos em todas as competições locais que organiza a partir das 20h de hoje (sexta) até domingo, 30 de maio de 2021 inclusive “, divulgou a entidade.

“Não devemos naturalizar tanta tragédia. Temos que assumir a gravidade. Não é o momento de especulações, ninguém tem o direito de querer tirar vantagem disso, devemos nos unir para superar esta catástrofe”, declarou o presidente argentino ao anunciar as medidas de combate ao vírus.

Durante o confinamento, estarão suspensas as atividades sociais, econômicas, educativas, religiosas e esportivas presenciais.

Estarão autorizados apenas o comércio essencial e as entregas em domicílio. Os argentinos poderão circular somente pelos arredores de seus domicílios, entre as 6h e 18h. A proibição das atividades será semelhante à imposta por vários meses no começo da pandemia.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade