PublicidadePublicidade

Em Anápolis, Caiado faz alerta sobre falta d’água e pede consciência

”São momentos delicados que vamos ter pela frente”, destacou o governador

Rafaella Soares Rafaella Soares -
Governador Ronaldo Caiado, em fala para a imprensa de Anápolis.(Foto: Rafaella Soares / Portal 6)

“Peço a vocês, por favor, economizem água. A situação é nacional e a crise hídrica é a mais grave. Semelhante a que tivemos em 2019”. Este foi o aviso dado pelo governador Ronaldo Caiado (DEM), na manhã desta quarta-feira (07), em visita a Anápolis.

O assunto da possível falta d’água foi abordado pelo chefe do Executivo Estadual durante a inauguração da reforma do Vapt Vupt no Anashopping, a mais antiga da cidade e uma das maiores de Goiás.

Segundo ele, uma nova visita deverá ser feita na Estação de Tratamento de Água da Saneago do município e, a partir de agora, o Estado já está em alerta para tentar amenizar o possível desabastecimento para os próximos meses.

PublicidadePublicidade

“Estamos tendo sérias dificuldades. A seca está baixando todos nossos reservatórios. Vamos ter consciência para que não não haja desperdício de água. É [um problema] previsto no Brasil todo. É um momento de muita preocupação. Todos estão vendo o preço da energia. A seca desse ano é uma das maiores”, afirmou o governador.

Caiado também afirmou já ter assinado um decreto para que se tenha uma atenção especial voltada para a conscientização do não desperdício.

“Teremos extrema dificuldade no período dos meses de agosto e setembro. São momentos delicados que vamos ter pela frente. É o Brasil todo e Goiás não é exceção. Por mais que tenhamos reservatórios e poços artesianos, não será possível suportar a demanda se não for feito um controle”.

Em tempo

Ao final da solenidade da inauguração da reforma do Vapt Vupt, o governador de Goiás seguiu para o Residencial do Cerrado III, para uma vistoria das obras.

Um total de 112 unidades habitacionais estão sendo construídas pela Agência Goiana de Habitação (Agehab) no local, sendo que as casas são financiadas em 30 anos e os beneficiários pagam menos de R$ 500 por mês de prestação.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade