PublicidadePublicidade

Aos 96 anos, morre em Anápolis o Frei Juvenal Leahy

Americano, ele veio para o Brasil após servir a Marinha. Ordem Franciscana lamentou a partida

Denilson Boaventura Denilson Boaventura -
(Foto: Reprodução)

Forte, gentil, dedicado, orante. Qualidades de um grande missionário chamado por Deus para, depois de servir sua pátria como marinheiro, servir ao Brasil como sacerdote.

Com essas palavras, a Ordem Franciscana do Santíssimo Nome de Jesus no Brasil se despediu do Frei Juvenal Leahy que faleceu em Anápolis, neste sábado (17), aos 96 anos.

Nascido em Buffalo, cidade de Nova York, nos Estados Unidos da América, ele serviu a Marinha por quase dois anos e seis meses na década de 1940.

PublicidadePublicidade

Depois de ordenado sacerdote, foi confessor em igrejas norte-americanas e, como registrou num breve texto sobre as memórias das missões, partiu para missões no Brasil em 1960.

Além de Anápolis, trabalhou em Ceres, Araguacema (TO), Goiânia, Pires do Rio e São Miguel do Araguaia.

No Seminário Regina Minorum, atuou como vigário paroquial, pároco e também ajudando na formação dos jovens frades.

“Sempre alegre, expressivo, e disposto mantinha vigor fraterno, orante e colaborativo na fraternidade”, ressaltou a Ordem Franciscana do Santíssimo Nome de Jesus no Brasil.

“Buscou honrar e servir o sacerdócio, a Ordem dos Frades Menores, a igreja, e as missões”, completou em nota de pesar.

O velório ocorre na noite desta sábado na matriz de São Francisco de Assis e missa de corpo presente foi marcada para às 14h deste domingo (18) na mesma paróquia. O sepultamento ocorrerá no Seminário Regina Minorum.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade