PublicidadePublicidade

Goiana esfaqueou a namorada e a deixou agonizando por três dias para morrer

Polícia Civil já trabalha com uma motivação e suspeita confessou tudo

Da Redação Da Redação -
(Foto: Captura)

Policiais civis efetuaram nesta quarta-feira (04), em Aragarças, no interior de Goiás, a prisão de uma mulher de 30 anos que é suspeita de ter assassinado a própria namorada, de 32 anos, no Natal de 2020.

De acordo com a corporação, as duas viviam em um relacionamento extremamente conturbado e, no dia do crime, registrado em Goiânia, a autora ingeriu bebidas alcoólicas e iniciou uma discussão com a companheira.

Armada com uma faca, ela golpeou a parceira na região abdominal e a manteve trancada dentro de casa, agonizando, por três dias.

PublicidadePublicidade

Só depois desse tempo é que acionou uma viagem por aplicativo para levá-la para um hospital, mas o quadro já era crítico e a vítima não resistiu.

Inicialmente, a mulher afirmou que a namorada tinha sido atingida por terceiros enquanto caminhava na rua, mas a Polícia Civil descobriu que ela seria a possível autoria e que teria agido motivada por ciúmes.

Após o cumprimento da prisão temporária, a suspeita confessou o crime e afirmou estar arrependida. O inquérito deverá ser concluído nos próximos dias e encaminhado ao Poder Judiciário.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade