PublicidadePublicidade

Serra recebe diagnóstico de Parkinson, pede licença do Senado, e suplente assume

"O parlamentar encontra-se em bom estado de saúde, mas optou pelo afastamento para que seu suplente, José Aníbal, possa assumir, sem deixar a cadeira de senador por São Paulo em vacância durante o período do tratamento experimental", disse a assessoria em nota

Folhapress Folhapress -
O ex-senador José Serra durante o jantar da 50ª Convenção Anual da Conib, em São Paulo. (Foto: Greg Salibian/Folhapress)

O senador José Serra (PSDB-SP) ficará afastado do Senado até 10 de dezembro deste ano por motivos de saúde. Serra recebeu diagnóstico de doença de Parkinson em estágio inicial.

Além disso, de acordo com a assessoria do ex-governador de São Paulo, ele vai aproveitar o período para tratar distúrbio do sono.

O pedido de licença médica foi lido pelo presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (PSDB-SP), e aprovado pelos parlamentares. Com o afastamento de Serra, assume o suplente José Aníbal (PSDB).

PublicidadePublicidade

“O parlamentar encontra-se em bom estado de saúde, mas optou pelo afastamento para que seu suplente, José Aníbal, possa assumir, sem deixar a cadeira de senador por São Paulo em vacância durante o período do tratamento experimental”, disse a assessoria em nota.

Em julho, Serra foi submetido a um cateterismo e a um implante de stent em artéria do coração. Um mês antes, o senador ficou 13 dias internado por Covid-19, em São Paulo.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade