PublicidadePublicidade

Matriz de risco deverá ser revista em Anápolis, avisa secretário de Saúde

Júlio Espíndola também falou sobre grupos que precisarão de dose de reforço na cidade

Rafaella Soares Rafaella Soares -
Entrevista com Júlio Spíndola, secretário de Saúde em Anápolis. (Foto: Captura)

Antigo responsável pela Vigilância Sanitária, o odontólogo Júlio César Espíndola assumiu no último mês de fevereiro o desafio de comandar a Secretaria Municipal de Saúde de Anápolis (Semusa).

Ele foi o convidado desta quinta-feira (26) para participar do quadro Portal 6 Entrevista e revelou que a cidade poderá, em breve, deixar de fazer uso da matriz de risco. Isso se deve por causa da baixa taxa de ocupação de leitos para pacientes com Covid-19.

“A situação está exigindo dinamismo diário. É notório que nossos leitos tão diminuindo a ocupação e a tendência é que a gente avance pra duma outra forma de avaliação que não seja a matriz risco. Isso se deve, claro, a imunização.”

De acordo com o titular da pasta, mesmo com a baixa internação, a preocupação é que ainda há muitos casos sendo quantificados diariamente e o principal objetivo agora é trabalhar para diminuir esses números e zerar os óbitos pela doença na cidade.

Uma grande aliada é a vacina e Júlio aproveitou para revelar, em primeira mão, que será publicado nesta sexta (27) uma resolução sobre a 3ª dose para os idosos que vivem em abrigos. Todos que receberam a 1ª e 2ª da Coronavac, receberão uma extra da Pfizer.

“Anteriormente, não tínhamos cronograma de entrega de imunizante. Agora ficou definido que vai chegar os imunizantes toda quarta-feira para nós. Nós receberemos, já na próxima quarta, um lote para dose 1, dose 2 e dose 3 para os idosos institucionalizados”, afirmou o secretário.

Durante a entrevista, o odontólogo também revelou quais são os planos para a saúde na cidade em um cenário pós-pandemia e reforçou os cuidados que a população deve tomar para continuar se protegendo da doença. Assista:

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade