PublicidadePublicidade

Em Anápolis, jovem aceitou carona do ex e acabou sendo sequestrada

Ela estava saindo do trabalho quando tudo aconteceu e recebeu ameaças cruéis de morte

Da Redação Da Redação -
Unidade de atendimento do SAMU. (Foto: Reprodução)

Uma jovem, de 28 anos, passou momentos de apuros na passagem de terça-feira (31) para esta quarta-feira (1º).

Isso porque ela teria sido sequestrada e mantida em cárcere privado sob diversas ameaças do ex-marido durante toda a noite.

Foi só na madrugada de hoje (1º) que a moça conseguiu pedir socorro e conseguiu a ajuda do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU).

A Polícia Militar (PM) também foi acionada e chegou até o local momentos depois.

Aos policiais, ela contou que foi abordada pelo antigo companheiro na saída do trabalho, no fim da tarde do dia anterior.

Ele, que tem 30 anos, ofereceu uma carona e se dispôs a mostrar à ela o novo terreno em que estava construindo uma chácara.

Porém, no meio do caminho, o homem teria parado em uma área vazia e começado a xingar a e agredir a jovem com socos e chutes.

O homem, então, a levou para a tal chácara, que pertence ao pai dele, e lá teria mantido a jovem presa contra a vontade da mesma.

Ainda no relato para os militares, a moça relatou que durante todo o tempo em que esteve presa foi agredida e ameaçada.

Segundo ela, o ex teria feito uso até mesmo de facas e um machado para dizer que a “picotaria” e que “arrancaria a cabeça dela”.

Felizmente, em determinado momento, ela conseguiu escapar do controle do homem e fugir às pressas do local em uma motocicleta.

A PM visitou o local e o encontrou revirado e vazio, sem sinais do suspeito, mas conseguiu confirmar a presença de alguns objetos descritos no relato da vítima, como o machado, por exemplo. Uma espingarda também foi encontrada na casa.

A jovem foi encaminhada para a Delegacia Central e recebeu a devida orientação de como proceder com o caso, além de medidas protetivas para garantir a segurança durante a investigação do caso.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade