PublicidadePublicidade

Corpo de motorista liberado por engano no IML de Anápolis é exumado e devolvido à família

Caso foi registrado na Central de Flagrantes e a esposa dele está recebendo o acompanhamento de um advogado

Rafaella Soares -
Marcos trabalhava como motorista carreteiro. (Foto: Reprodução)

Após várias horas de angústia, a família do motorista Marcos Antônio de Sousa, de 56 anos, enfim, poderá se reunir para o momento de despedida.

Através de ofício enviado ao cemitério onde o corpo dele havia sido enterrado por engano, o IML de Anápolis conseguiu, no início da tarde desta sexta-feira (17), fazer a exumação e levar o caixão lacrado de volta para a unidade.

Foi lá mesmo que a esposa, Maria de Lourdes Silva, de 59 anos, foi chamada para entrar em uma sala e reconheceu que realmente se tratava do companheiro.

PublicidadePublicidade

A funerária contratada pelos parentes, inclusive, já recolheu o corpo de Marcos e levou para realizar todos os procedimentos de preparação para o velório.

Ao Portal 6, familiares explicaram que ainda não sabem o horário exato que a cerimônia fúnebre deverá começar. Isso porque, devido ao estado em que o corpo estava, essa preparação poderá ser mais demorada que o habitual.

A previsão é que, após o velório, o novo sepultamento ocorra no Cemitério Park, na Vila Mariana.

O caso também já foi registrado na Central de Flagrantes e a esposa de Marcos está recebendo o acompanhamento de um advogado.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade