PublicidadePublicidade

A culpa das altas temperaturas em Anápolis também é da população

Professor Marcos -
Visão aérea do bairro Jundiaí. (Foto: Portal 6)

Quando falamos em sustentabilidade estamos acostumados a pensar em temas próximos como preservação ambiental, até o derretimento das calotas polares, mas é preciso discutir também sobre o cotidiano.

As queimadas têm assolado as regiões perimetrais do nosso município e isso tem causado um impacto direto na temperatura, poluição e agressão ao hábitat natural.

A conscientização da população sobre não atear fogo em lotes e espaços baldios é importante e a educação tem papel central nesse processo, mas também precisamos discutir sobre fiscalização e punição. É hora de enfrentar esse debate.

PublicidadePublicidade

A sociedade precisa assumir sua responsabilidade e compreender o pacto coletivo que é a preservação ambiental. Sustentabilidade, mais que uma grife de empresas multinacionais, precisa ser uma prática cotidiana.

Marcos Carvalho é professor, psicólogo e servidor público federal. Atualmente vereador em Anápolis pelo Partido dos Trabalhadores. Escreve todas às terças-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as visões do Portal 6.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade