PublicidadePublicidade

Tudo que você precisa saber sobre o jejum intermitente

Ana Teixeira Nutricionista -
Estudos recentes mostram efeitos benéficos dessa estratégia para os sistemas endócrino e cardiovascular. (Foto: Reprodução)

O jejum nada mais é do que a privação de comida. O ato de ficar sem comer e beber pode ser adotado por vários motivos, sendo os principais religiosos e culturais. Apesar de ser uma prática antiga, o jejum ganhou popularidade na última década, e hoje é disseminado na pratica médica e nutricional.

Existem diversos protocolos de jejum intermitente, em que o indivíduo, de forma voluntária deixa de se alimentar em dias alternados, durante o dia inteiro ou pratica o jejum por tempo limitado.

Estudos recentes mostram efeitos benéficos dessa estratégia para os sistemas endócrino e cardiovascular, melhora da saúde metabólica e aumento da longevidade de quem o pratica. Além disso, a perda de peso e alteração na composição corporal também acontecem quando o jejum está associado a restrição calórica.

É importante destacar os potenciais efeitos adversos de um jejum não instruído por um profissional. Desequilíbrio na oferta de nutrientes e o favorecimento de comportamentos de compulsão alimentar em dias de consumo alimentar podem surtir efeito contrário.

Antes de praticar o jejum é importante que a pessoa já tenha um padrão alimentar saudável, baseado em alimentos in natura ou minimamente processados. Uma rotina alimentar bem estabelecida, também é fundamental, isso porque, quando o indivíduo tem horários regulares para se alimentar – e não existe o mau hábito de beliscar – a adesão é mais eficiente. Além disso, é preciso se organizar para o momento da janela de alimentação e garantir o consumo de bons alimentos a fim de fornecer todos os nutrientes necessários para a quebra do jejum.

Por se tratar de uma estratégia que envolve restrição, é indispensável o acompanhamento de um nutricionista qualificado para avaliar os hábitos do paciente, adequar a ingestão de macro e micronutrientes e fornecer informações cabíveis para o momento.

Ana Teixeira é nutricionista, formada pela Universidade Federal de Uberlândia (UFU) e especialista em Nutrição Funcional. Tem consultório próprio em Anápolis e escreve todas as quartas-feiras no Portal 6. Siga-a no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as opiniões do site.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade