Bairro em Anápolis parou com idosa integrante de trisal

Revoltada, ela queria matar os outros dois usando uma peixeira

Rafaella Soares -
A Central de Flagrantes da Polícia Civil, no centro de Anápolis. (Foto: Rafaella Soares)

Uma situação para lá de embaraçosa foi registrada pela Polícia Militar na noite deste domingo (17), em um bairro da região Central de Anápolis.

É que uma mulher, de 51 anos, acionou uma viatura para denunciar que uma vizinha, de 62 anos, estaria no portão da casa dela e do companheiro arremessando tijolos e fazendo ameaças de morte.

Quando os agentes chegaram no local, encontraram a idosa segurando uma peixeira e perceberam que o portão já estava com várias marcas de perfurações, todas feitas pela arma branca.

O motivo da exaltação da suspeita é desconhecido, porém, foi possível constatar no local que ela estaria revoltada com o casal que se escondia no interior da residência e que os três seriam parte de um ‘triângulo amoroso’.

A idosa armada, inclusive, teria até uma medida protetiva de urgência contra o homem.

Por conta de todo o tumulto provocado no endereço, os envolvidos tiveram de ser encaminhados à Central de Flagrantes, sendo que o homem desistiu de representar criminalmente contra a suspeita pelas ameaças.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.