PublicidadePublicidade

Justiça de Goiás declara greve ilegal e determina que médicos voltem ao trabalho

Decisão tem efeito imediato e multa diária em caso de descumprimento é de R$ 5 mil

Danilo Boaventura -
O Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (Foto: Reprodução/Facebook TJGO)

Liminar concedida nesta segunda-feira (18) pela juíza substituta Camila Nina Erbetta, do Tribunal de Justiça de Goiás (TJGO), determinou a suspensão da greve dos médicos da rede municipal de Anápolis.

O movimento começou na última sexta-feira (15) após o sindicato da categoria decidir pela paralisação por tempo indeterminado.

Na decisão, a magistrada impôs multa diária de R$ 5 mil caso os profissionais não voltem aos postos de trabalho.

PublicidadePublicidade

A Ação Declaratória de Ilegalidade foi pleiteada pela Procuradoria do Município de Anápolis.

Leia a decisão na íntegra clicando aqui.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.