PublicidadePublicidade

Calendário escolar de 2022 em Goiás impactará rotina de alunos do ensino médio

Além de data para o início das aulas, documento do Conselho Estadual de Educação também mexe na carga horária e reitera obrigação sobre férias

Augusto Araújo -
As vagas são para substituir de forma temporária servidores afastados por algum tipo de licenças.
(Foto: Denny Cesare/Folhapress)

O calendário letivo para os estudantes da rede estadual sofreu uma mudança para o ano de 2022. A partir do próximo período escolar, os alunos do ensino médio vão encarar uma carga horária de mil horas, ao invés das 80o horas que vigoram atualmente.

A alteração faz parte das determinações do “Novo Ensino Médio”, projeto que busca mudar os métodos de ensino em todo o país e foi aprovada por resolução do Conselho Estadual de Educação (CEE) em Goiás.

Contudo, essa mudança irá ocorrer de forma gradual. No primeiro ano, a carga horária vai valer já em 2022; no segundo ano, em 2023; e para o terceiro ano somente em 2024.

Já para os níveis anteriores de ensino, a carga horária continua sendo de 800 horas. Para todas as séries escolares será obrigatório o mínimo de 200 dias letivos.

O CEE também confirmou no documento que o calendário escolar do ano que vem terá início no dia 17 de janeiro e se encerra em 20 de dezembro.

O ofício reitera a obrigação das instituições de darem 30 dias ininterruptos de férias aos professores no mês de julho, assim como períodos de planejamento e recesso escolar.

PublicidadePublicidade

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.