PublicidadePublicidade

O que aprendemos com Marília Mendonça

Professor Marcos -
Marília Mendonça morreu em acidente de avião no dia 05 de novembro. (Foto: Reprodução/ Instagram)

A recente partida da cantora Marília Mendonça movimentou o noticiário e mobilizou emoções em todo o país na última semana. Muito se falou sobre a capacidade de composição e articulação com as palavras.

Com Marília aprendemos que não adianta prometer o céu e que declarações sem ações não conquistam mais e que o coração das pessoas não é casa da mãe Joana.

Aprendemos que não estamos imunes ao amor e ao sofrer e que o sofrimento não tem pausa, mas que podemos proibir quem já nos machucou de se aproximar, avisando o porteiro e o coração.

PublicidadePublicidade

A compositora nos ensinou que algumas pessoas não tem horários, regras, limites e que muitas vezes somos avisados antes, já pra acostumar. Outras vezes é preferível estar sozinhos e que meia ausência basta.

Muitas vezes chegamos de voadora e num golpe vamos à lona, mas por mais que as quedas provoquem feridas, quando se der conta já passou. Quando olhar pra trás, já fomos embora!

Entre cancioneiros e melodias, Marília conseguiu como poucos alcançar a subjetividade dos apaixonados e descrever as relações amorosas nos contextos mais líquidos e etílicos.

Marcos Carvalho é professor, psicólogo e servidor público federal. Atualmente vereador em Anápolis pelo Partido dos Trabalhadores. Escreve todas às terças-feiras. Siga-o no Instagram.

As ideias e opiniões expressas no artigo são de exclusiva responsabilidade do autor, não refletindo, necessariamente, as visões do Portal 6.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.