Preso jovem de Aparecida que matou namorada a tiros por ciúmes

Ele chegou a fugir após o crime, mas foi encontrado pela polícia no Sudoeste do estado

Karina Ribeiro -
Imagem da fachada da Delegacia do Grupo de Investigação de Homicídio (GIH) de Aparecida de Goiânia. (Foto: Divulgação/PCGO)

Fim de relacionamento e ciúme doentio. Esses teriam sido os principais motivos que resultaram no feminicídio registrado na noite de segunda-feira (15), no setor Independência Mansões, em Aparecida de Goiânia.

O suspeito de matar Giovana, de 19 anos, é o ex-namorado, de 18. Ele foi preso durante a madrugada desta terça-feira (16), nas proximidades de Quirinópolis – região Sudoeste do estado.

Ao Portal 6, o delegado Hudson Benedetti Miranda explicou que o rapaz não queria aceitar o fim de um relacionamento de apenas sete meses.

PublicidadePublicidade

“Momentos antes do crime, ele teria ido até a casa da namorada e efetuado disparos no local. Foi quando parentes conseguiram separá-los”, disse.

Entretanto, eles continuaram a conversar via WhastApp e marcaram um encontro para tentar resolver a situação.

Segundo o delegado, eles se encontraram cerca de 100 metros da casa da vítima.

Após discussão, ele disparou cinco vezes contra a ex-namorada. Dois a atingiram na cabeça e três na região do tórax.

A Polícia Militar (PM) chegou a ir na casa do suspeito, onde foram encontrados 18 pacotes de maconha.

Apesar da pouca idade, o rapaz era um velho conhecido da polícia. Já havia passagem por porte de arma e era membro de uma facção criminosa de Aparecida de Goiânia.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.