Vereadores de Anápolis também aproveitarão reajuste de servidores para aumentar o próprio salário

Projeto de Lei é do Executivo Municipal e também inclui incremento para prefeito, vice e secretários

Rafaella Soares -
Câmara Municipal de Anápolis. (Foto: Danilo Boaventura)

Entre os nove projetos de Lei enviados pelo Executivo à Câmara Municipal de Anápolis para serem votados em caráter de urgência também está o reajuste de 18% dos servidores e comissionados ativos e inativos da cidade.

Consta na justificativa da matéria do prefeito Roberto Naves (PP), que os vereadores também poderão aprovar um incremento salarial para os agentes políticos, como prefeito, vice, secretários e para os próprios parlamentares.

“Proposto o reajuste geral das remunerações dos servidores, deve, por certo, também serem reajustados os subsídios dos agentes políticos, o que se requer nesta sede”, defendeu.

“No mais, a vedação de tal reajuste se dava apenas no primeiro de mandato do Chefe do Poder Executivo e seu Vice, o que ocorreu no ano administrativo em curso – 2021, tanto que a proposta apresentada operar-se-á apenas em 2022”, acrescentou.

No geral, a revisão da remuneração deverá ocorrer a partir do dia 1º de janeiro de 2022, divididos em três parcelas não cumuláveis. Ou seja, 10% a partir de janeiro, mais 4% a partir de abril e os últimos 4% em julho.

A medida, inclusive, é amparada no fato de que o decreto de calamidade pública decorrente da pandemia da Covid-19 se encerra no dia 31 de dezembro de 2021 e, por isso, o reajuste pode ser feito sem qualquer impedimento legal.

A sessão extraordinária para a votação desse e outros projetos, como reajuste de IPTU e remissão de dívidas de templos religiosos e lojas maçônicas, foi convocada para a próxima quinta-feira (23).

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.