Boninho sai em defesa de Tiago Leifert em novo capítulo de briga com Ícaro Silva

Além dele, mais gente saiu em defesa, tais como os comediantes Maurício Meirelles e Ed Gama, a cantora Claudia Leitte, André Marques e os ex-BBB Gui Napolitano e Patricia Leitte

Folhapress -
(Foto: Reprodução)

A discussão pública entre Tiago Leifert, 41, e o ator Ícaro Silva, 34, não para. Porém, o ex-apresentador do Big Brother Brasil (Globo) parece levar a melhor no que diz respeito ao apoio dos famosos.

O mais recente deles foi do ex-chefe, o diretor Boninho. Ele saiu em defesa do apresentador, que publicou mais um vídeo para explicar o que pensa sobre as críticas feitas pelo ator ao reality.

“Estou aqui, Titi”, publicou Boninho no vídeo de Leifert no Instagram. Além dele, mais gente saiu em defesa, tais como os comediantes Maurício Meirelles e Ed Gama, a cantora Claudia Leitte, André Marques e os ex-BBB Gui Napolitano e Patricia Leitte.

PublicidadePublicidade

Nesta segunda (27), Leifert compartilhou um vídeo dizendo que foi vítima de “covardia” e que mesmo fazendo sucesso nos programas que trabalhou na Globo nunca precisou “diminuir ninguém para se sentir superior” nem “falar do trabalho de ninguém”. O vídeo é uma resposta do jornalista aos ataques que sofreu após discussão com o ator Ícaro Silva por críticas ao reality.

“Eu fui atacado por causa da minha religião, por causa da minha família e eu não fiz isso em nenhum momento. Eu não ataquei a família de ninguém, não ataquei a índole de ninguém, eu não ataquei a trajetória de ninguém, não fiz isso em nenhum momento”, disse Leifert.

O apresentador afirmou que no último parágrafo de uma carta escrita a ele, sem citar o nome de Ícaro Silva, “tripudiam” e “ironizam” um problema que ele está passando e que não está preparado para falar. Na carta, escrita por Silva, ele diz: “No geral, sei que você está lidando com problemas pessoais. Desejo muita luz na tua vida, de verdade e acho que seria prudente focar aí a ‘interrupção ao seu sossego'”, escreveu o ator.

Leifert afirmou que esse trecho da carta mexeu com ele de um jeito que pensou que não fosse possível depois de tantos anos trabalhando com comunicação. Por isso, ele preferiu se acalmar para responder. “Eu parei de enxergar tudo e fiquei muito transtornado com aquela última parte. Então, eu vou ignorar por agora também os ataques ao meu pai, minha família e minha religião.”

O apresentador lamentou que sua fala foi usada para ferir pessoas e uma causa que não tem nada a ver com o assunto. “Eu lamento muito, fiquei muito triste que o que eu fiz por defender meus colegas e meu trabalho foi usado para machucar outras pessoas, porque nunca foi essa a minha intenção.” Ele continuou dizendo que lamenta se a pessoa se ofendeu: “Isso não é um pedido de desculpas”.

Ele falou que errou ao dizer que provavelmente o Big Brother Brasil ajudou a pagar o salário do ator. “Eu errei, não é provavelmente, nós ajudamos a pagar o seu salário, o do Boninho, o meu, do Luciano Hulk, do Mion, o de todo mundo ali.”

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.