Navio de luxo com goianos a bordo atraca no Rio e Anvisa é acionada às pressas

Já se sabe que cerca de 20 pessoas de um total de 3 mil testaram positivo para Covid-19 na embarcação

Caio Henrique -
Navio segue em investigação epidemiológica para ser liberado. (Foto: Paulo Carneiro/ Estadão)

O navio MSC Preziosa atracou no porto do Rio de Janeiro neste domingo (02), após comemorar a virada em uma programação especial de Réveillon.

Todos os integrantes da viagem de luxo, entretanto, seguem isolados a bordo da enorme embarcação até o momento desta publicação. Ao todo, são cerca de 06h de espera.

O motivo? Cerca de 20 dos mais de 3 mil passageiros testaram positivo para Covid-19, ligando um alerta sanitário para as autoridades, que seguem extremamente preocupadas com a possibilidade de expansão da variante ômicron.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), inclusive, já se mobilizou para realizar uma investigação no navio.

O Portal 6 conseguiu contato com um grupo de goianos a bordo que compartilhou um pouco do cenário que se instaurou dentro das dependências do MSC Preziosa.

Segundo eles, a empresa dona do navio não está compartilhando as atualizações do caso, mantendo uma incógnita na cabeça de todos os presentes no isolamento.

Outra crítica foi em relação à Anvisa, cuja suposta demora e falta de informações acerca da investigação, teria causado diversos prejuízos para os passageiros, incluindo perda de voos que já estavam agendados.

“Uma atmosfera de caos está tomando conta do navio. As pessoas estão estressadas e nervosas por não ter acesso à informações precisas”, afirmou um deles.

Em um vídeo, enviado com exclusividade pelo grupo à reportagem, é possível ver a aglomeração de pessoas que se formou junto à porta de saída da embarcação.

Empresa

Em nota divulgada à imprensa, a MSC defendeu que a quantidade de infectados representa menos de 1% das pessoas presentes e que todos eles estão assintomáticos ou apenas com sintomas leves.

A empresa proprietária do navio disse também que todos os protocolos e medidas vigentes foram seguidos e que a programação dos demais cruzeiros segue inalterada.

Anvisa

O Portal 6 também buscou contato com a agência, a fim de saber como estaria sendo conduzida a investigação, porém, não recebeu retorno até o momento desta publicação.

O espaço segue aberto para futuros pronunciamentos.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.