Confusão entre vizinhos termina na delegacia após pitbull ser morta a marteladas em Anápolis

Imagens de câmeras de vigilância já foram solicitadas para que Polícia Civil investigue o caso

Flávio Mobaroli -
(Foto: Reprodução)

O ano mal começou e Anápolis já registrou o primeiro caso de violência contra animais. Trata-se do assassinato de uma cadela da raça pitbull, praticado com requintes de crueldade, a golpes de martelo.

O crime aconteceu por volta das 16h deste domingo (02), no Jardim Tesouro, bairro da região Leste da cidade, e envolveu dois vizinhos, que vivem separados por apenas três casas.

Quem denunciou a situação foi a proprietária da cadela, uma jovem de 24 anos, que recorreu à Polícia Militar para dizer que o episódio de maus-tratos teria sido cometido por um morador das proximidades, um rapaz de 23 anos.

Aos militares, o indiciado negou a autoria do delito e afirmou ter apenas separado uma briga entre o próprio cão e a pitbull.

Os dois envolvidos, que acabaram discutindo em decorrência da situação, foram encaminhados à Central de Flagrantes, sendo que o suspeito teve de ser autuado por maus-tratos com a morte do animal.

O caso agora deverá ser devidamente investigado pela Polícia Civil, que já solicitou imagens de câmeras de vigilância de vizinhos para saber exatamente como tudo aconteceu.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.