Após acidente que matou 6, MPF questiona manutenção da Triunfo Concebra na BR-153

Órgão quer explicações sobre medidas para localizar e reparar problemas no pavimento asfáltico da rodovia

Flávio Mobaroli -
Asfalto cede na BR-153. (Foto: Reprodução/TV Anhanguera)

A concessão de rodovias à iniciativa privada é uma alternativa interessante, desde que melhorias e a manutenção sejam feitas regularmente. Em relação à BR-153, pairam dúvidas se esses investimentos têm sido realizados no trecho administrado pela Triunfo Concebra em Goiás.

Ao menos, essa é a opinião do Ministério Público Federal (MPF) que instaurou ‘notícia de fato’ na última quarta-feira (12), para apurar as medidas adotadas pela concessionária para manter a boa conservação da rodovia, com ênfase nos reparos do pavimento asfáltico.

O passo inicial do MPF foi oficiar o diretor-presidente da Triunfo Concebra, Odenir José Sanches. O documento, assinado pela procuradora da República, Mariane Guimarães de Mello Oliveira, requer informações sobre as providências em curso para a localização e o reparo de danos no asfalto.

PublicidadePublicidade

Caso emblemático sobre a conservação da BR-153 aconteceu no município de Aparecida de Goiânia, no último dia 24 de dezembro. Após colidir com uma carreta e um carro, um ônibus caiu na ribanceira próxima a uma cratera aberta na rodovia dias antes. Seis pessoas morreram e dezenas ficaram feridas.

A Triunfo Concebra tem 15 dias, a partir do recebimento do ofício, para prestar os esclarecimentos solicitados pelo Ministério Público Federal.

Sobre o assunto, a empresa informou por meio de nota: “A Triunfo Concebra vem adotando todas as medidas emergenciais a fim de garantir a segurança dos usuários que trafegam pelo trecho rodoviário, apesar das intensas e fortes chuvas que tem ocorrido em Goiás. Aguardamos a notificação formal pelo Ministério Público Federal em Goiás para apresentar regularmente a resposta, conforme sempre praticado pela empresa e nos colocamos à disposição do MPF”.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.