Sérgio de Moraes, causador da morte de entregador de app em Anápolis, se entregou à polícia

Advogado, entretanto, preferiu aparecer em uma delegacia bem distante da comandada por Manoel Vanderic

Pedro Hara -
Após 115 dias preso, Sérgio de Moraes foi solto para aguardar julgamento em casa.(Foto: Reprodução/ TV Câmara)

O Portal 6 confirmou com autoridades da Polícia Civil que o advogado Sérgio de Moraes, causador do acidente que matou o entregador de aplicativo Wilkinson Leles do Nascimento, no dia 10 de janeiro, em Anápolis, se entregou na última terça-feira (01).

Entretanto, o então foragido preferiu se apresentar na delegacia de Goianápolis e não na especializada comandada por Manoel Vanderic.

O Portal 6 também apurou que a defesa do advogado aguarda o julgamento de um habeas corpus em instância superior na Justiça para que Sérgio de Moraes aguarde o julgamento em liberdade.

Em tempo

Sérgio estava na direção de um Ford KA quando colidiu frontalmente com o motociclista. Imagens de câmeras de segurança mostram quando ele faz uma mudança repentina de sentido, atingindo a moto que estaria em curso na direção contrária.

A vítima, que sofreu múltiplas fraturas em virtude do forte impacto entre os veículos, ainda chegou a ser socorrida com vida e encaminhada ao Hospital Estadual de Anápolis Dr. Henrique Santillo (HEANA), mas não resistiu.

Depois da colisão, uma garrafa de vinho foi dispensada em um mato próximo e o responsável pelo veículo de passeio fugiu do local sem prestar socorro.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.