Reclamações por conta do calorão em Goiânia devem continuar nos próximos dias

Ao Portal 6, gerente do Cimehgo explicou o que ocasiona as altas temperaturas e adiantou que prognóstico não é positivo

Augusto Araújo -
Calor permanece durante a primeira quinzena deste mês. (Foto: Eduardo Ferreira / Governo de Goiás).

Nas ruas e redes sociais, a população de Goiânia vem reclamando bastante do tempo quente que a cidade enfrenta neste início de abril.

Os moradores da capital vêm sofrendo de maneira recorrente com as altas temperaturas, que tem início nas primeiras horas do dia e se estende até parte da noite.

Entretanto, para quem espera uma virada do tempo, a meteorologia não tem uma previsão muito animadora para os próximos dias e semanas.

Ao Portal 6, André Amorim, gerente do Centro de Informações Meteorológicas e Hidrológicas de Goiás (Cimehgo), afirmou que há uma espécie de “bloqueio atmosférico” ocorrendo entre Minas Gerais (MG) e Bahia (BA) que dificulta a chegada de umidade no estado e a formação de nuvens de chuva.

“Sem essa proteção natural, o sol incide diretamente no solo, o que acaba esquentando o clima mais rapidamente”, explicou.

O meteorologista afirmou também que há a possibilidade de um clima mais ameno ao aproximar do final de semana, com chuvas mais volumosas.

“Olhando os gráficos, na sexta-feira (08) ou sábado (09), deve chegar uma frente fria vinda do Sul. A partir daí devemos ter a volta de pancadas de chuvas, um clima de maior instabilidade”.

Contudo, André Amorim lembrou que o mês de abril é o último mês chuvoso para o estado de Goiás antes do período de estiagem.

Dessa forma, a tendência é de que os moradores de Goiânia enfrentem dias cada vez mais secos e quentes até a volta da época chuvosa na região goiana.

Confira a seguir algumas das reações dos goianienses no Twitter.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade