Sobe para 18 o número de mortes em decorrência das chuvas no Rio

Entre as vítimas, há pelo menos quatro pessoas da mesma família

Folhapress -
Sobe para 18 o número de mortes em decorrência das chuvas no Rio. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

(UOL/FOLHAPRESS) – Subiu para 18 o total de mortes em decorrência das chuvas fortes que atingiram o estado do Rio de Janeiro entre quinta-feira (31) e sábado (2). Em Angra dos Reis, na região da Costa Verde, mais dois corpos foram localizados nos escombros pelo Corpo de Bombeiros na madrugada desta segunda (4).

Ao todo, dez pessoas perderam a vida devido a um deslizamento que ocorreu na região e atingiu ao menos quatro casas. Entre as vítimas, há pelo menos quatro pessoas da mesma família. Um morador continua sendo procurado. Outras sete pessoas morreram em Paraty e outra, em Mesquita.

Segundo a prefeitura de Angra, a região acumulou 655 mm de chuva em apenas 48 horas. Trata-se da maior chuva já registrada na cidade. Na região de Ilha Grande, moradores informaram que mais quatro pessoas podem estar desaparecidas. As buscam continuam.

Ao todo, em Angra dos Reis, 314 pessoas estão em pontos de apoio abertos pela prefeitura. A cidade está em situação de emergência. As linhas de ônibus que atuam no município operam com restrições ou horário reduzido e três linhas foram completamente paralisadas.

A Rio-Santos (BR-101) continua fechada a partir de Monsuaba e possui quatro pontos de obstrução ocasionados pelos deslizamentos. Já a RJ-155 opera em meia pista. Por medidas de segurança, a prefeitura solicitou ao governo federal o desligamento das usinas nucleares que ficam na cidade, mas o pedido foi negado.

PARATY

Em Ponta Negra, em Paraty, também na Costa Verde do RJ, uma mãe e seis filhos morreram em mais um deslizamento.

A casa onde moravam foi destruída pela terra no sábado. Apenas uma criança foi resgatada com vida e encaminhada para o hospital. Dorquel Campos, 12, está internado no hospital Adão Pereira Nunes, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O estado de saúde dele é gravíssimo.

As vítimas na região foram identificadas como Lucimar de Jesus Campos e os filhos: João, 2, Estevão, 5, Yasmin, 8, Jasmin,10, Luciano, 15 e Lucimara, 16.

Dorqueu foi atendido primeiramente no hospital de Praia Brava na região de Angra dos Reis e foi transferido no domingo em um helicóptero do Corpo de Bombeiros para Duque de Caxias.

“O paciente se encontra em gravíssimo estado geral, dependente de ventilação mecânica”, informou a prefeitura de Duque de Caxias através de nota.

A chuva forte também atingiu cidades da Baixada Fluminense. Em Mesquita, um advogado morreu vítima de descarga elétrica em decorrência da chuva.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.