Corpo de alpinista é achado após 2 semanas sumido e cão se nega a deixá-lo

Ele havia sumido no dia 16 de março e familiares distribuíram panfletos com sua fotografia para encontrá-lo

Folhapress -
Cachorro King, que permaneceu ao lado do corpo de seu dono, Oscar Alejandro Hernandez, por duas semanas (Foto: Reprodução/ Twitter e Los Angeles Police Department)

SÃO PAULO, SP (UOL/FOLHAPRESS) – O corpo de um alpinista que estava desaparecido há duas semanas foi localizado em um parque em Los Angeles (EUA) na quinta-feira (31). Também foi encontrado ao lado do cadáver um cachorro que, de acordo com a polícia, pertencia ao morto. O animal estava em estado precário e se recusava a sair de perto do dono.

Oscar Alejandro Hernandez, 29, havia sumido no dia 16 de março em uma parte remota do Griffith Park, famoso ponto turístico da capital californiana, próximo ao local onde sua família disse à polícia que ele havia sido visto pela última vez, segundo informações da NBC Los Angeles.

Durante o período de investigações, os familiares de Hernandez distribuíram panfletos com sua fotografia nos arredores do parque, a fim de que algum turista tivesse qualquer sinal de seu paradeiro.

Duas semanas depois, as autoridades realizaram uma operação de busca em uma provável área montanhosa onde Hernandez poderia ter se perdido, e encontraram o seu corpo ao lado de seu cachorro, King.

Em entrevista à NBC, o primo de Hernandez disse acreditar que o cachorro permaneceu o tempo todo ao lado do dono e, como passou dias sem comer, foi achado extremamente magro, mas ainda vivo. Quando as equipes de resgate chegaram ao local para retirar o cadáver, King reagiu contra os desconhecidos e tentou impedir que o afastassem de Hernandez.

A recuperação do corpo contou com esforços conjuntos entre o Corpo de Bombeiros de Los Angeles, o Departamento de Polícia de Los Angeles e os guardas florestais da região.

De acordo com o Departamento de Polícia, ainda não há informações suficientes para explicar a causa da morte de Hernandez e muito menos suspeitas de crime.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade