Já se sabe o que provocou a morte de médico durante passeio em fazenda

Conclusão foi obtida através de exames realizados pela Polícia Científica de Anápolis

Pedro Hara -
Médico estava com prima no loca. (Foto: Reprodução)

Apesar da especulação inicial, não foi um mau súbito que provocou a morte do médico Wilker Sabino Campos da Silva, de 32 anos.

Após exame realizado pela Polícia Científica de Anápolis, a conclusão é de que a morte foi por afogamento. Ele estava nadando em um lago quando submergiu.

O óbito ocorreu na tarde do dia 1º de abril, na Fazenda Santa Branca, na zona rural de Terezópolis de Goiás.

Na ocasião, o médico estava passeando no local com uma prima. A tragédia ocorreu após ele dizer a parente que iria nadar, pois estava com muito calor.

Ele chegou a ser levado para um hospital em Terezópolis, mas apesar das tentativas por parte da equipe médica, a reanimação não foi possível.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.