Destino de Christiano Mamedio está nas mãos de desembargadores da Justiça

Empresário estava dirigindo alcoolizado em Anápolis quando provocou acidente que matou jovem e adolescente

Lucas Tavares -
Christiano Mamedio da Silva. (Foto: Reprodução)

Uma decisão sobre como será o julgamento do empresário Christiano Mamedio, acusado de ter matado o adolescente Emanuel Felipe, de 15 anos, e o jovem Eurípedes Tomé da Costa, de 26, enquanto diria bêbado em Anápolis, deverá ser tomada muito em breve.

Atualmente, tanto as famílias das vítimas quanto o motorista aguardam para saber se desembargadores do Tribunal de Justiça do Estado de Goiás (TJGO) vão manter a decisão do juiz do caso, que havia optado pelo júri popular pelo crime de homicídio doloso (quando há a intenção ou se assume o risco de matar).

Caso o voto do relator seja contrária ao recurso da defesa, e os demais desembargadores tenham o mesmo entendimento, Christiano terá de enfrentar o júri popular. Se for favorável, ele deve responder apenas por crime de trânsito de menor potencial.

A expectativa é que uma resposta seja dada às partes até o final do mês de maio.

Caso se confirme a determinação inicial do juiz, é a primeira vez na história da cidade que um crime de trânsito vai a júri.

Insuperável

Mãe de Emanuel Felipe, Michelle Pires desabafou sobre o momento que vive e a luta que enfrenta para honrar a memória do filho.

“Eu me sinto fora da ‘casinha’. Uma mãe que desde o dia fatídico sobrevive pela metade. Uma mãe que não pode sentir apenas a dor do luto, porque a luta é a prioridade”, afirmou ao Portal 6.

“Então eu me levanto e tento programar um minuto de cada vez, para que assim eu não me cobre tanto e me permita sentir essa saudade dilacerante que existe em mim”, continuou.

A busca por justiça, não só por Emanuel, mas para todas as vítimas de crimes de trânsito, tem sido o foco de Michelle.

“Há quem diga que não trará meu filho de volta. E eu tenho uma resposta pronta a isso. Trará sim. Trará a Michelle. Trará vida a outro ‘Emanuel’, que não será morto da maneira covarde e abrupta que o meu foi”.

Relembre o caso

No dia 03 de outubro de 2021, Christiano Mamedio trafegava pela Avenida Brasil Sul em uma VW Amarok, sob efeito de álcool, quando acabou acertando o automóvel que transportava Emanuel e duas outras pessoas.

A colisão acabou sendo fatal para o adolescente e para o jovem Eurípedes Tomé da Costa, de 26 anos, que se preparava para mais um dia de trabalho.

O motorista do caminhão, Fabiano Mendonça da Silva, foi outro gravemente ferido no crime, mas conseguiu sobreviver.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade