Após dois anos, presos voltarão a receber visitas de familiares em Goiás

Com amenização da pandemia, DGAP anunciou plano para retomar, gradualmente, a visitação de parentes próximos aos detentos

Rafael Tomazeti -
Serão quatro modalidades de visitação. Todas precisam de cadastro. (Foto: DGAP)

As visitas de familiares de detentos do sistema prisional de Goiás serão retomadas, conforme anunciou nesta quinta-feira (28) a Diretoria-Geral de Administração Penitenciária (DGAP). Por dois anos, por conta da pandemia de Covid-19, houve restrições.

Nos próximos 30 dias, os parentes de presos deverão se cadastrar ou recadastrar para ter acesso às visitas. O planejamento para o retorno foi apresentado na quarta-feira (27) aos integrantes do Grupo de Monitoramento e Fiscalização do Sistema Penitenciário de Goiás (GMF), em reunião em Goiânia.

O plano de visitação inclui quatro modalidades: presencial em parlatórios, em espaços lúdicos e em convívio familiar, além do virtual.

“Fizemos um plano de retomada das visitas. É extremamente importante o contato social do apenado com seu familiar, para que ele não perca os vínculos familiares, extremamente importantes no processo de ressocialização”, afirma o diretor-geral de Administração Penitenciária, Josimar Pires.

As modalidades parlatório e virtual já foram implementadas em boa parte das unidades prisionais do estado. No parlatório, o tempo de interação máxima com o detento é de 30 minutos; no virtual, até 20 minutos.

Quanto aos espaços lúdicos, sem carceragem, as unidades de São Luís de Montes Belos e Luziânia já contam com o local. Outros presídios também já estão com obras de adaptação. Podem ter acesso às visitas crianças e descendentes (menores de 18 anos) filhos dos privados, com duração máxima de 45 minutos.

Sobre os espaços de convívio familiar, eles serão construídos e/ou adaptados pela DGAP de forma gradual nas unidades prisionais que comportarem essas obras. As visitas terão duração máxima de 30 minutos.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade