Família denuncia que mulheres estão aplicando golpes em nome de bebê que teve 80% do corpo queimado

Pais do garotinho estão desempregados e precisam de apoio, mas ação criminosa das suspeitas fez com que muitos parassem de ajudar

Isabella Valverde -
O pequeno João Lucas vai passar pela oitava cirurgia do tratamento nesta quinta-feira (28). (Foto: Divulgação/ Beatriz Cristina)

A família do pequeno João Lucas Silva Ferreira, de apenas 02 anos, que teve 80% do corpinho queimado, vive momentos desesperadores após descobrir que algumas pessoas estão usando o garotinho para aplicar golpes.

Moradores de Rio Verde, os pais do menininho se mudaram para Goiânia para ficar perto do filho, que está internado no Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage de Siqueira (Hugol) desde o dia 17 de março, quando uma panela com água quente caiu sobre ele e o queimou.

Desempregados e em uma nova cidade, os genitores começaram uma campanha para conseguir ajuda. Porém, a situação se complicou quando algumas mulheres da cidade natal do casal começaram a usar a história deles para conquistarem ‘dinheiro fácil’.

Ao Portal 6, a mãe de João Lucas, Beatriz Cristina de Souza Silva, contou que recebeu diversas ligações de pessoas contando como as golpistas estavam agindo. Ela precisou até mesmo acionar a polícia para denunciar o crime, mas as suspeitas ainda não foram identificadas.

“Estão saindo de porta em porta para pedir dinheiro no nome do João Lucas. Estão andando no Centro da cidade, em consultórios médicos, em bairro que só tem gente rica, falando que é pra ajudar a gente, mas esse dinheiro não está chegando até nós”, afirmou.

Beatriz ainda comentou que as pessoas começaram a ficar com receio e pararam de ajudar. Agora, sem conseguir um emprego e sem conhecer nada e ninguém na capital, o casal só deseja poder voltar para casa.

A mãe afirmou que, nesta quinta-feira (28), o pequeno passará pela oitava cirurgia para o tratamento. A boa notícia é que, aos poucos, ele tem mostrado sinais de melhora e já consegue até respirar sozinho, o que prova o avanço na recuperação.

Ajuda 

Com João Lucas ainda internado em Goiânia, os pais seguem precisando de ajuda para conseguirem se manter por perto do filho e lidar com os gastos complementares do tratamento do bebê.

Para quem tiver interesse em contribuir, a mãe indicou a chave PIX (64) 981700681. Disponibilizou também o número (64) 9 8163-6138 para quem quiser ajudar de outra forma ou confirmar que está dando apoio às pessoas corretas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade