Psicólogo goiano é vítima de homofobia e racismo após defender Anitta: ‘procure a cura’

Profissional, que também teve o perfil no Instagram invadido, já registrou boletim de ocorrência contra o suspeito

Pedro Ribeiro -
Rafael Alves dos Santos, psicologo atacado nas redes sociais após defender a cantora Anitta. (Foto: Arquivo Pessoal)

Rafael Alves dos Santos, de 33 anos, foi alvo de ataques homofóbicos e racistas em suas redes sociais. O psicólogo realizou a denúncia ao Grupo Especializado no Atendimento às Vítimas de Crimes Raciais e Delitos de Intolerância (Geacri) nesta quarta-feira (11) em Goiânia.

Tudo começou depois que Rafael comentou em um post do Estadão sobre Anitta. Com diversos comentários contrários a artista, o profissional de psicologia se posicionou a favor da cantora e foi perseguido na conta do Instagram.

Um usuário em especifico, foi até o perfil de Rafael e começou os ataques de cunho racista e homofóbico. Ao ver as mensagens que havia recebido, o psicólogo ficou sem reação.

“Eu fiquei em estado de choque, tentando assimilar aquilo tudo” afirmou a vítima.

Em um dos comentários, o autor disparou: “se puxar sua ficha encontraremos quantos B.O? Ou é procurado da Justiça?”

Em uma foto publicada do psicólogo com o namorado, outro comentário preconceituoso: “procure a cura”.

Ataques nas redes sociais do psicólogo Rafael Santos. (Foto: Captura)

Em entrevista ao Portal6, Rafael contou que foi incentivado por amigos a denunciar os crimes, pois estava receoso de como poderia ser a receptividade na delegacia. Entretanto, o tratamento por parte dos profissionais do Geacri, deixou o denunciante confortável para relatar os acontecimentos.

“Acredito que as pessoas precisam denunciar. Eu quero Justiça e tenho esperança de que um dia, situações como essa não aconteçam mais” enfatizou o psicólogo.

A Polícia Civil irá ouvir testemunhas e encontrar o dono do perfil que realizou os comentários homofóbicos e racistas contra a vítima.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade