Casos de Covid-19 aumentam e Cidade de Goiás volta a exigir o uso de máscaras

Tanto cidadãos quanto estabelecimentos terão de pagar multas se forem flagrados descumprindo a medida

Isabella Valverde -
Cidade de Goiás volta a exigir o uso de máscara de proteção facial em locais fechados. (Foto: Governo de Goiás)

Diante de um considerável aumento no número de casos de Covid-19, o prefeito da Cidade de Goiás, Aderson Gouvea, assinou um novo decreto que determina a obrigatoriedade do uso de máscara de proteção facial dentro de ambientes fechados.

O documento oficial foi publicado nesta sexta-feira (20) e ainda aponta que o uso do item de segurança será facultativo em ambientes abertos.

Os grandes eventos, recentemente retomados, só podem ocorrer com autorização da autoridade sanitária municipal.

Com data marcada para início na próxima semana, o 23º Festival Internacional de Cinema e Vídeo Ambiental (Fica) também ganhou destaque, sendo decretado que os demais eventos a ele relacionados devem se atentar as normas do documento.

Tanto cidadãos quanto estabelecimentos terão de pagar multas se forem flagrados descumprindo a medida, tendo que pagar 50% a mais do valor em caso de reincidência nos comércios.

O popular encontrado sem a proteção será autuado e receberá uma multa de R$110, já para os estabelecimentos comerciais, a quantia será de R$ 3.300.

O decreto já se encontra em vigor e deve permanecer válido até o dia 07 de junho, podendo sofrer alterações mediante as condições da doença no município.

Atualmente, segundo o boletim epidemiológico da cidade, há 291 moradores contaminados. Um deles está internado em um leito de enfermaria, mas não há ninguém na UTI.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.