Prefeitura vai ser investigada por pagar R$ 800 mil por show de Gusttavo Lima

Seria como se cada um dos habitantes, entre adultos e crianças, estivessem pagando um ingresso de cerca de R$ 100 para custear o cachê

Folhapress -
Prefeitura vai ser investigada por pagar R$ 800 mil por show de Gusttavo Lima (Foto: Reprodução)

O Ministério Público de Roraima vai investigar a Prefeitura de São Luiz pela contratação de um show de Gusttavo Lima por R$ 800 mil.

Localizada a 275 quilômetros de Boa Vista, a capital do estado, São Luiz tem 8.232 habitantes, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, o IBGE.

É como se cada morador, entre adultos e crianças, estivesse pagando um ingresso de cerca de R$ 100 para custear o cachê do cantor. A cidade tem o segundo PIB mais baixo do estado, ainda segundo o IBGE.

A contratação não é ilegal, mas o Ministério Público questionou a Prefeitura de São Luiz sobre como dinheiro do cachê foi arrecadado e qual será o retorno para os moradores da cidade.

A reportagem não conseguiu entrar em contato com a prefeitura e aguarda um posicionamento da assessoria de imprensa do cantor, contatada ao meio-dia desta quarta-feira (25).

Ao G1, o prefeito de São Luiz, James Batista, do Solidariedade, disse que “o evento trará receitas diretas para as contas do município que permitirão o pagamento de todas as despesas, incluindo os cachês dos artistas”.

O show, que faz parte de uma vaquejada, está marcado para dezembro. Além de Gusttavo Lima, vão se apresentar na festa a dupla César Menotti & Fabiano e a cantora Solange Almeida.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade