Moda sustentável ganha espaço em Anápolis e faz de brechós opções cada vez mais comuns

Entre os primeiros semestres de 2020 e 2021, essa modalidade de comércio cresceu quase 50% no Brasil

Isabella Valverde -
Brechós ganham espaço em Anápolis.(Foto: Divulgação)

A moda sustentável tem conquistado cada vez mais anapolinas. Essa nova modalidade, caracterizada pelas roupas seminovas vendidas em brechó, ganhou força não só na cidade, mas em todo o Brasil.

De acordo com um levantamento realizado pelo Sebrae, com dados coletados da Receita Federal, a pandemia de Covid-19 permitiu um grande boom desse tipo de comércio em solo nacional.

Somente no primeiro semestre dos dois últimos anos, o ramo avançou cerca de 50%, conforme o levantamento.

Mas, além da pandemia, o que levou ao crescimento? Segundo a entidade, os brechós conseguiram ganhar ainda mais espaço com a maior preocupação das famílias com o controle financeiro e também com o meio ambiente.

A empreendedora Rayane rodrigues Lopes Carneiro viu esse novo ramos crescer de perto. Dona de um brechó em Anápolis, ela começou apenas com uma simples venda de garagem com as próprias peças usadas e, hoje, já conta com uma loja física reconhecida na cidade e planeja expandir ainda mais.

“Eu comecei fazendo bazar de garagem com minhas coisas, após uma mudança de casa. Foram surgindo fornecedoras, amigas, parentes e pediram pra eu vender as peças delas também”, contou.

“Foi juntando tanta coisa que resolvi abrir uma loja física. Desde a ampliação da loja, tivemos um crescimento bem grande nas vendas e já está nos planos mais uma loja”, completou.

Moda sustentável é cada vez mais comum. (Foto: Divulgação)

Ao Portal 6, Rayane mostrou confiança no potencial da moda sustentável conquistar o coração das mulheres, principalmente por ser uma forma de obter peças exclusivas, acessíveis e que ajudam o meio ambiente.

“Poder comprar uma peça super conservada, atual por um preço super bacana é maravilhoso. E no geral, por poder ter peças exclusivas, de qualidade e ainda a preocupação com o meio ambiente”, relatou.

Cliente já há três anos de brechós de Anápolis, a advogada Euriléa Rezende afirma que, desde que descobriu esse tipo de comércio, passou a comprar muito neles e destaca o ótimo valor das peças.

“Com certeza compro muito em brechós, pois são peças de excelente qualidades e preços muito bons e ainda peças de marcas famosa. Muitas vezes o valor é menor que 50% das peças no comércio”, contou.

O Sindicato do Comércio Varejista informou ao Portal 6 que os brechós não são uma categoria associada ao sindicato, mas destacam que vem acompanhando um crescimento cada vez maior.

“Eles vêm ganhando espaço no mundo, existe uma pesquisa que diz que estes estabelecimentos vão duplicar até 2030, principalmente devido as ferramentas digitais que facilitam a divulgação dos produtos”, pontuou.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.