Criança aguarda transferência para Goiânia após ser atacada por rottweilers em Anápolis

Expectativa é que vaga seja aberta ainda neste sábado (28) e o garoto possa receber atendimento em cirurgia plástica

Rafael Tomazeti -
Criança foi atacada por dois rottweilers e o ocorrido gerou debates. (Foto: Reprodução)

Uma criança de 04 anos de idade aguarda vaga na regulação para ser transferida para Goiânia depois de ser atacada por dois cães da raça rottweilers nesta sexta-feira (27), no Jardim Arco Verde, região Sul de Anápolis.

O garoto deve ser levado ao Hospital Estadual de Urgências Governador Otávio Lage (Hugol). A expectativa da família é que ele consiga um leito ainda neste sábado (28).

O menino está internado na UPA Pediátrica, em Anápolis, e recebe cuidados médicos desde o ataque. Ele é acompanhado pela mãe, Antônia Janaína, que relata que o filho sente muitas dores.

“Ele teve muitos cortes. Está tomando soro e remédio para dor. Às vezes acorda com muita dor. As feridas ainda estão do mesmo jeito”, disse ao Portal 6.

A criança foi atacada depois que retornou da escola, acompanhada pela babá que cuida dele há cerca de 02 anos enquanto os pais trabalham.

Os rottweilers, que geralmente estão presos, estavam soltos e foram para cima dos dois. De acordo com o padrasto do menino, Francisco Taiwan, os cães arrancaram o enteado dos braços da moça.

“Ela [babá] foi entrar para casa com o neném no colo e os cachorros avançaram nele, puxaram ele do braço dela e começaram a puxar. Ela fez de tudo para tirá-lo dos cães, mas não conseguiu”, contou.

A cuidadora do garoto, segundo a mãe, está em pânico e chora desde o ataque. Ela ainda conseguiu pedir socorro e um vizinho pulou o muro e lutou com os animais para salvar a criança.

O homem ainda foi mordido, mas evitou danos piores ao menino, que já estava todo ensanguentado. O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) foi acionado e prestou os primeiros socorros.

O rottweiler macho chegou a fugir e estava, conforme o padrasto, agressivo. Entretanto, ele foi capturado e está em observação.

Ao Portal 6, a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) informou que a criança precisará de atendimento em cirurgia plástica.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.