O triste desabafo do homem que teve filho aos 83 anos: “tenho consciência”

Ele tem aproveitado o tempo com o bebê para criar memórias e recordações

Gabriella Licia -
Alberto diz que quer aproveitar o máximo os últimos anos com o filho mais novo. (Foto: Reprodução)

Um idoso, de 83 anos, tem comovido a internet com um emocionante desabafo sobre ter tido o filho mais novo há dois anos e ter de se preocupar em o aproveitar o máximo, pois sabe que a vida é finita e logo não estará mais vivo.

Alberto Cormillot vive na Argentina com a esposa Estefania Pasquini e é bastante famoso pelos inúmeros artigos publicados a respeito da especialidade em nutrição.

O idoso já era pai de dois filhos adultos e avô de três netas, quando recebeu a notícia da chegada do novo herdeiro. O fato o deixou bastante feliz, no entanto, chateado por saber que não acompanhará o crescimento do pequeno.

“Tenho consciência de que a vida não é infinita. Aquela carinha está aqui e vou acompanhá-la até um determinado momento”, desabafou. “Até que isso aconteça, pretendo aproveitar todos os dias ao máximo”.

Uma boa alternativa encontrada por Alberto foi começar a gravar todos os momentos bons com o filho, para eternizar as cenas e, quando não estiver mais vivo, ainda poder ser lembrado com felicidade.

Além do mais, o argentino tem se preocupado com o aprendizado da criança e confessa já ter contratado um professor de chinês para o filho.

Segundo o nutricionista, esta é a “língua do futuro”. “Quero que ele se acostume a ouvi-la quando criança e achará mais fácil aprendê-la quando crescer”, destacou.

Veja

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.