Auxiliar de escritório desaparece após receber quase R$ 1 milhão de salário por engano

Ele prometeu que devolveria o dinheiro, mas sumiu e enviou carta à empresa por meio de advogado explicando o motivo

Isabella Valverde -
Como o agora ex-funcionário desapareceu e pediu demissão, a empresa entrou na justiça contra ele. (Foto: Reprodução)

Após receber quase R$ 1 milhão por engano da empresa chilena em que trabalhava, Consórcio Industrial de Alimentos (Cial), um auxiliar de escritório decidiu desaparecer e ficar com a quantia depositada na conta.

O caso aconteceu ainda no dia 30 de maio, quando erroneamente a equipe de recursos humanos (RH) depositou  165 milhões de pesos chilenos na conta do trabalhador, o equivalente a R$ 950 mil no câmbio atual.

Segundo o portal chileno Teletrece, o dinheiro depositado na conta do homem era, na verdade, um bônus de um outro funcionário.

O profissional estava acostumado a receber o salário de cerca de R$ 2.800 e ficou surpreso quando viu toda aquela quantia na conta.

Ele chegou a pensar que era apenas um erro do aplicativo do banco e por isso avisou o gerente bancário – que logo informou a Cial.

Os recursos humanos da empresa então cientes do problema, solicitou para o homem que devolvesse o valor recebido no dia seguinte.

Ele prometeu que devolveria, mas sumiu e enviou uma carta à empresa por meio de um advogado explicando o motivo.

No documento, o agora ex-funcionário pediu demissão e afirmou que ficaria com a quantia já que a culpa não teria sido dele e sim da indústria.

Diante de toda esta confusão, a empresa precisou abrir um processo contra o trabalhador pelo crime de apropriação indébita.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade