Professora demitida por criar perfil no Onlyfans diz que esta grávida de ex-aluno

Profissional também perdeu o marido, que não sabia que ela estava complementando a renda com essa nova atividade

Gabriella Licia -
Amy Kupps foi demitida após descobrirem uma conta erótica no OnlyFans. (Foto: Reprodução/ Instagram)

Uma professora de história se tornou assunto nas redes sociais após sofrer uma sequência de polêmicas, que culminaram com a demissão dela e um movimento de revolta na internet.

Amy Kupps era docente em um colégio na Carolina do Norte (EUA) e teve a vida particular exposta pelos alunos, que denunciaram que a profissional estava vendendo conteúdo erótico na plataforma OnlyFans.

De imediato, a professora foi demitida da instituição e abandonada pelo marido que também não sabia desse bico da companheira.

Pouco tempo após essa situação, Amy descobriu que está grávida de um ex-aluno do colégio onde trabalhava.

Segundo a educadora, o aluno teria estudado com ela há seis anos, quando tinha apenas 16. Agora, com 22, ele estava completamente irreconhecível, o que contribuiu com a falta de memória dela.

“Eu não fazia ideia de que ele era ex-aluno e se soubesse não teria ido para cama com ele”, desabafou a norte-americana.

Por ser muito religiosa, Amy Kupps decidiu continuar com a gestação.

“Quando o teste de gravidez deu positivo, fiquei sem palavras. Sou católica devota, então o aborto não é uma opção para mim, embora apoie o direito de outras mulheres fazerem o que quiserem com seus corpos”, disse.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.