“O câncer não é sentença de morte”, afirma cirurgiã dentista anapolina que se curou da doença

Jaqueline Faloni recebeu diagnóstico em 2018 e passou por momentos duros até deixar os dias ruins para trás

Isabella Valverde -
Jaqueline Faloni lutou contra o câncer de mama e depois de quatro anos do diagnóstico, celebra estar curada. (Foto: Reprodução\Instagram)

A cirurgiã dentista de Anápolis, Jaqueline Faloni, sensibilizou a internet ao compartilhar um vídeo contando sobre a luta que enfrentou contra o câncer de mama.

No perfil pessoal do Instagram, a profissional realizou uma publicação para agradecer por ter conseguido se curar da doença e emocionou diversos usuários da rede.

 

Ver essa foto no Instagram

 

Uma publicação compartilhada por Jaqueline Faloni (@drajaquelinefaloni)

Em conversa com o Portal 6, Jaqueline Faloni revelou que descobriu  o câncer de mama quando foi realizar um simples exame de rotina, em 2018.

Inclusive, o diagnóstico para ela foi o momento mais duro, quando ela se viu confusa e sem chão. “A pior fase foi a do diagnóstico, quando parece que o chão se abre ao seu redor”, afirmou.

A dentista, todavia, jamais tirou o sorriso do rosto. O apoio que recebeu de todos ao redor também ajudaram-na a lidar com o temor e deram força para que ela superasse o câncer.

“No início tudo fica muito confuso. Depois vira uma rotina. Não digo que é fácil mas é super possível passar por esta fase e sair ainda mais fortalecida”, relatou.

“Contei com apoio essencial da minha mãe, esposo, filha e amigos. Foi muito importante para mim sentir o amor das pessoas a minha volta! Costumo dizer que o amor Cura”, completou emocionada.

Jaqueline passou por seis duros meses de tratamento, onde precisou realizar uma cirurgia para a retirada do tomar e passar por diversas sessões de quimioterapia.

Quando pensou que teria enfim terminado, um novo exame apontou uma mutação que predispõe o câncer de mama e ovários.

Diante do novo diagnóstico, a cirurgiã dentista não se deixou abalar e optou por realizar a retirada completa das mamas e dos ovários como forma de prevenção.

Hoje, quatro anos após ter tido a vida completamente bagunçada por causa do câncer, Jaqueline se sente privilegiada de poder estar ao lado daqueles que ama e alerta as mulheres sobre os cuidados pessoais essenciais.

“Hoje estou aqui muita grata a Deus por me permitir “sobreviver “ e ter o privilégio de aproveitar cada momento junto a minha família e amigos”, celebrou.

“Sim… é possível passar pelo câncer. Hoje… quando mais cedo descoberto mais são as chances de cura! Estou aqui para dizer que ouça os sinais do seu corpo e faça seus exames periódicos! O câncer não é sentença de morte”, destacou.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.