75% dos jovens de Goiás ainda não tomaram o reforço contra a Covid-19

Mais de um milhão de pessoas de 18 a 29 anos não compareceram aos postos de saúde para receber a terceira dose

Emilly Viana -
Somente 360 mil jovens de um total de 1,4 milhão procuraram os locais de vacinação. (Foto: Divulgação/Prefeitura de Goiânia)

Dados da Secretaria Estadual de Saúde de Goiás (SES-GO) mostram que 03 em cada 04 jovens entre 18 e 29 anos ainda não tomaram a dose de reforço contra a Covid-19 no estado. Também conhecida por ‘terceira dose’, o imunizante está disponível para esta faixa etária desde dezembro do ano passado.

Segundo estimativa da secretaria, mais de 1,4 milhão de pessoas desse fase da vida estão aptas a receber o reforço em Goiás. Entretanto, apenas 360 mil procuraram os locais de vacinação para completar o esquema vacinal.

Entre os idosos, o índice é de 77%. São 205 mil pessoas com mais de 60 anos que não retornaram para tomar a terceira dose, conforme os dados da SES. Já em relação à quarta dose, liberada em março para o público, a cobertura está em 39%.

Para receber o reforço contra a doença, é necessário ter tomado a segunda dose de Pfizer, Coronavac ou Astrazeneca há pelo menos quatro meses. Quem recebeu o imunizante da Janssen, chamada de ‘dose única’ na primeira aplicação, deve tomar o complemento após um intervalo de dois meses.

Para a quarta dose, a recomendação é esperar quatro meses após o primeiro reforço para ser vacinado novamente. De acordo com o Ministério da Saúde, a imunização deve ser feita com as vacinas da Pfizer, AstraZeneca ou Janssen.

Se o paciente estiver com sintomas como tosse, febre, coriza ou dor e precisa um das doses, o ideal é fazer um teste para confirmar ou descartar o diagnóstico da doença. Se o resultado der positivo, a orientação é aguardar 30 dias.

Caso o exame dê negativo, basta esperar que os sinais passem e ir ao posto de saúde para aumentar a proteção contra o coronavírus.

Transmissão em alerta

Se por um lado a busca pelas doses de reforço segue baixa entre os jovens, por outro, o número de casos diários de Covid-19 volta a subir.

A média móvel dos últimos sete dias em Goiás, registrada nesta quarta-feira (13), é de 5.323 novos casos. O aumento dos infectados começou há cerca de dois meses e segue em patamares semelhantes a fevereiro deste ano, quando o estado registrou média recorde de 5.859 por dia.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade