Troca de áudios entre ex e atual vira caso de polícia em Silvânia: “tô magrinha e gostosinha de novo”

Insultos racistas por parte de uma delas foi o estopim para deboche e promessa de vingança

Pedro Hara -
Igreja da cidade. (Foto: Reprodução)

Uma troca de áudios entre duas mulheres, de 25 e 34 anos, virou caso de polícia em Silvânia.

O Portal 6 teve acesso as mensagens enviadas e apurou que a mais nova é ex do atual companheiro da mais velha e que o estopim para a mensagem em tom de deboche teria sido insultos racistas por parte de uma delas.

“Nunca chamei seu filho de macaco, eu chamo você de macaca, porque você é macaca mesmo. O que o seu filho tem a ver com isso?”, questionou.

Em resposta, a outra afirma que possui uma equipe jurídica com três advogados e que vai colocá-la na cadeia e arrancar tudo que ela tem.

“Tudo que eu tô fazendo você merece, porque o seu lugar é na cadeia depois que ganhar esse menino, você tá sabendo? Advogado eu tô com um aqui, não só um, três, porque dinheiro nós tem pra por você na cadeia e arrancar o que você não tem”, ameaçou.

No final da mensagem, ela ainda manda um recado para o ex, por meio da atual.

“Eu tô solteirinha nas pistas de novo. Segura o Wellingtinho porque eu tô magrinha e gostosinha de novo”, teria dito a mais nova.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.