EUA falam em risco à vida durante forte tempestade de inverno no Meio-Oeste

Frente fria vinda do Ártico desencadeou nevascas extremas nos país, deixando milhares sem energia elétrica

Folhapress Folhapress -
Imagem ilustrativa de nevasca nos Estados Unidos. (Foto: Captura/YouTube)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Uma forte tempestade de inverno ocasionada por uma frente fria que chega do Ártico desencadeou nevascas extremas nos Estados Unidos, deixando milhares sem energia elétrica, colocando parte do país sob alerta climático e mudando a dinâmica de viagens e eventos da campanha republicana na disputa pela Casa Branca.

Em especial nos estados do Meio-Oeste americano, as temperaturas caíram para perto de -45°C. Alguns meteorologistas chamaram o cenário de um inverno “com risco de vida”, e mais de 70 milhões de pessoas (mais de 21% da população) estão sob alertas climáticos.

Mais de 250 mil casas estavam sem energia elétrica até a manhã deste sábado (13) em Michigan e Wisconsin, segundo dados da plataforma PowerOutage.US, que rastreia e agrega dados sobre queda de energia no país por estado. Companhias aéreas atrasaram mais de 7.600 voos na sexta-feira (12) devido aos ventos e à neve intensa, com alguns aviões parados por horas nas pistas.

Quase 26 centímetros de neve foram registrados no estado de Iowa, que tem um dia importante na próxima segunda (15): a escolha do candidato republicano à Presidência, com Donald Trump largando na frente.

Os três candidatos (Trump, o governador da Flórida, Ron DeSantis, e a ex-embaixadora dos EUA na ONU Nikki Haley) tiveram de cancelar eventos de campanha. No X, o Serviço Meteorológico de Des Moines, capital de Iowa, disse esperar “um clima de inverno com risco de vida começando com forte neve” e pediu que a população local se planeje com cautela para a temporada de neve e baixas temperaturas.

Meteorologistas projetam que a tempestade se moverá para o nordeste, em direção ao Canadá, impactando partes de Quebec e Ontário.

O atual clima extremo é um lembrete de fevereiro de 2021, quando também milhões de pessoas no Texas e em outros estados centrais ficaram sem energia, água e aquecimento por dias, além de uma tempestade de inverno em dezembro de 2022, conhecida como Elliott, que quase causou o colapso dos sistemas de energia elétrica e gás natural em partes da metade leste do país.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade