Goiás é destaque nacional na venda de bebidas alcoólicas

Gasto médio do goiano é de R$ 131,24 puxado por Goiânia, Aparecida de Goiânia e Anápolis

Maria Luiza Valeriano Maria Luiza Valeriano -
Vendas atingiram mais de R$ 1 bilhão (Foto: Agência Brasil)

O consumo de bebidas alcoólicas atingiu recorde nacional, sendo que goianos foram os que mais aumentaram a busca por doses e copos das mais diversas opções.

De acordo com o IPC Maps, um total de R$ 1,127 bilhão foi gasto com bebidas em Goiás, em 2023, o que representa um aumento de 23,6% em comparação com 2022. Com isso, o estado se posicionou acima de média nacional, de 18,7%.

Goiânia lidera no ranking estadual, com 3,1 vezes mais gasto comparado ao segundo município colocado, Aparecida de Goiânia. Anápolis, Rio Verde e Valparaíso de Goiás também compõem o pódio. Assim, o gasto médio do goiano é de R$ 131,24.

Vale ressaltar que, em números absolutos, São Paulo é o estado onde há mais copos servidos, acumulando R$ 8,8 bilhões desembolsados no ano passado. Goiás, por sua vez, ocupa a 8ª posição no cenário nacional.

De acordo com a pesquisa, diversos fatores contribuíram para o aumento das vendas, como a onda de calor que atingiu o país, principalmente o Centro-Oeste e Sudeste.

Além disso, o país passou por uma recuperação do emprego, sendo que o número de trabalhadores que assinaram carteira de trabalho cresceu 5,8% e chegou a 37,7 milhões, segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Perfil

O número, contudo, também levanta preocupações, sendo que, entre os maiores compradores, cerca de 4% da população adulta brasileira possui dependência, segundo levantamento da Organização Mundial da Saúde (OMS). No Centro-Oeste, entre os homens, o número salta para 6,8%.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade
PublicidadePublicidade