Homem que matou empresária em Anápolis foi orientado por advogado a fugir para Tocantins, afirma PC

Suspeito teria acreditado que, ao sair de Goiás, prisão não poderia ser concretizada

Davi Galvão Davi Galvão -
Edney Rodrigues poderá responder por feminicídio e porte ilegal de arma de fogo (Foto: Divulgação/ PMTO)

Novas informações, concedidas pela Polícia Civil (PC), apontam que Edney Rodrigues dos Santos, de 49 anos apontado como responsável por matar a ex-companheira, Regiane Pires da Silva, de 39, em Anápolis, teria sido orientado a fugir para o estado do Tocantins pelo próprio advogado.

Em entrevista concedida ao Portal 6, na tarde desta quarta-feira (03), o delegado adjunto do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH), Cleiton Lobo, explicou que a Polícia Civil (PC) obteve mais informações a respeito da fuga após interrogar o irmão do suspeito.

“Segundo o que foi passado pelo irmão, o autor havia lhe pedido ajuda para fugir do flagrante, conforme orientação do próprio advogado. Ele [o irmão] ia ficar responsável por afastá-lo o máximo possível do estado. A ideia que eles tinham é que, não estando no estado, a prisão não poderia acontecer”, detalhou.

Apesar disso, o homem foi preso pelas autoridades em Araguaçu (TO), horas após o crime.

Embora possa ter auxiliado nessa fuga, o delegado explicou que o irmão do suspeito não será indiciado, pois, segundo a legislação, quando o favorecimento pessoal – que é quando alguém presta assistência a um criminoso – é praticado por parentes próximos, como pais, filhos e, neste caso, irmãos, não há pena prevista.

O Portal 6 não conseguiu identificar a defesa de Edney para se pronunciar sobre o caso.

Em tempo

O crime ocorreu durante a tarde desta quinta-feira (28), em uma loja do bairro Jundiaí, na região Central de Anápolis.

Conforme imagens de câmeras de segurança, o suposto autor teria chegado ao local em uma caminhonete branca e, em seguida, adentrado no escritório da vítima.

Dentro do estabelecimento, ele teria encontrado a mulher sentada e, já de arma em punho, começado a discutir com ela e efetuado os disparos que lhe custaram a vida.

O suspeito fugiu na caminhonete após abrir fogo contra a ex-esposa. O piloto do veículo, sobrinho de Edney, foi detido em flagrante, em Senador Canedo, na região Metropolitana de Goiânia, no mesmo dia.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade
PublicidadePublicidade