Uso de Ozempic pode levar a gravidez inesperada? Especialista responde

Assunto ganhou força após usuárias do medicamento relatarem surpresa com descoberta de gestação durante utilização do remédio

Gabriella Pinheiro Gabriella Pinheiro -
Caneta Ozempic. (Foto: Divulgação)

Seja no Tiktok, Facebook ou Instagram, o aparecimento de relatos de mulheres que foram ‘pegas de surpresa’ com uma gravidez não planejada enquanto utilizavam o popular medicamento Ozempic vem ganhando força nas diferentes redes sociais.

No Facebook, por exemplo, o grupo “Eu engravidei usando Ozempic” já possui mais de 500 membros. Grande parte das histórias, apresenta uma similaridade: após perder grande quantidade de peso, as pacientes acabam engravidando, mesmo ‘sem querer’ ou usando medicamentos anticoncepcionais. 

Ao Portal 6, a psiquiatra e especialista em transtornos alimentares, Mayara Macedo, explica que apesar dos relatos, ainda não há nenhum estudo que comprove que o medicamento possa aumentar a fertilidade e salienta que o produto não possui poder de alteração ou absorção de anticoncepcionais orais. 

No entanto, ela justifica que a medicação ainda sim pode ter uma relação com os casos de gravidez não planejada uma vez que o remédio pode ajudar na perda de peso de mulheres com obesidade. 

“A gente sabe que a mulher que está acima do peso, principalmente a mulher que está na faixa de obesidade, tem problemas na fertilidade. O eixo hormonal dela vai estar alterado, a ovulação vai estar alterada. Então quando a mulher perde peso, a fertilidade melhora, o ciclo hormonal passa a ser regulado, principalmente se isso estiver associado a uma boa alimentação e atividade física”, reforça.  

Outro ponto levantado pela profissional é de que a usuário do medicamento pode ter uma mudança na vida sexual, incluindo o aumento da libido e, consequentemente, da fertilidade. 

“Não há nenhum estudo que comprove que o Ozempic aumente a fertilidade. O que a gente imagina que aconteça é que com a perda de peso, essa fertilidade aumenta, a libido aumente, a vida sexual mude, e, por isso, acabam acontecendo essas gestações. A gente sabe que essa perda de peso está muito implicada nesse aumento da fertilidade e, consequentemente, essas mulheres acabam engravidando”, diz. 

No caso de pacientes com obesidade que queiram utilizar o medicamento para perder peso, ela recomenda a realização de um planejamento para conseguir engravidar devido ao tempo de uso do remédio. 

De acordo com ela, após chegar ao resultado esperado, as mulheres ainda devem tomar uma dose de manutenção de Ozempic por pelo menos um ano para manter a meta alcançada. 

“A gente pede para a pessoa se planejar porque nós vamos ter que suspender o uso do Ozempic para fazer essa gestação”, finaliza.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.

PublicidadePublicidade
PublicidadePublicidade

+ Notícias