Márcio Cândido quer ser vereador, mas depende de Bertiê Magalhães

PSD e Podemos estão conversando sobre possível aliança para disputa da Prefeitura de Anápolis, abrindo espaço para vice-prefeito

Pedro Hara Pedro Hara -
Márcio Cândido é vice-prefeito de Anápolis. (Foto: Divulgação)

Rápidas apurou que Joaquim Liminha, presidente municipal do PSD, Olegário Vidal e Kim Abrahão, pré-candidato do PSD à Prefeitura de Anápolis, se reuniram nesta quinta-feira (13) com Bertiê Magalhães, presidente da Assembleia de Deus Ministério Madureira.

A reunião foi intermediada por Márcio Cândido (PSD), pastor da mesma igreja de Bertiê. A discussão girou em torno de uma possível aliança entre PSD e Podemos para a disputa pela Prefeitura de Anápolis.

A proposta é que a chapa seja encabeçada por Kim Abrahão, tendo Raquel Antonelli, presidente municipal do Podemos, como vice. Atualmente, a filha de Bertiê Magalhães é pré-candidata à Câmara de Anápolis, contando com o apoio da Assembleia de Deus.

Caso Raquel se torne vice na chapa, a vaga como pré-candidato à Câmara de Anápolis seria ocupada por Márcio Cândido, que contaria com o suporte da igreja.

“Márcio não será candidato a prefeito. Isso está bem claro para ele e para Bertiê”, enfatizou uma fonte ouvida pela Rápidas.

Você tem WhatsApp ou Telegram? É só entrar em um dos grupos do Portal 6 para receber, em primeira mão, nossas principais notícias e reportagens. Basta clicar aqui e escolher.