Portal 6

Liberdade? Vamos discutir um pouquinho

A liberdade de expressão não é tão livre quanto parece. Expor suas opiniões é motivo para conflitos, discordâncias e desrespeito. Então, até onde as pessoas são livres para dizer o que pensa sem ser apedrejado e/ou julgado? Protestar contra a opinião de alguém também faz parte dessa “liberdade”, mas desde quando libertinagem começou a fazer parte disso?

Colocando a internet como exemplo pode-se ver que o nível de desentendimentos são altíssimos. Tudo nas redes é motivo para discussão. Algumas pessoas ainda usam do direito de se expressar para ofender os outros e outras usam do mesmo argumento para retribuir a ofensa.

Então, vamos às considerações.

Libertinagem “é o uso da liberdade sem o bom senso, parece liberdade, mas é o contrário.” Logo, sua liberdade acaba quando o respeito acaba.

Será que é tão difícil assim evitar desavenças? Pelo visto sim. As pessoas andam tão cheias de si que se esquecem que os direitos são iguais.

O pior é ver que, não é só na internet, pelo contrário, uns matam os outros por simples divergências de opiniões. Bizarro não? Além das redes sociais terem se tornado um grande ringue de briga de galo, na realidade, a rua se tornou a mesma coisa. Claro que não é nada fácil quando se é contrariado ao expor uma ideia, mas isso faz parte de todo aprendizado que é essa vida. O respeito se estiver em primeiro lugar resolve isso facilmente. Aceitar uma ideia não significa concordar com ela e sim que você entende que não precisa pensar como você.

De fato, o mundo seria monótono demais se todos pensassem igual. O que dá cor a vida são as várias opiniões diferentes, pensamentos diversos. Graças a isso passamos por várias descobertas no decorrer da evolução humana. Quantos cientistas foram chamados de loucos por terem ideias loucas e ainda sim seguiram essa linha e descobriram coisas fantásticas?

Nessa perspectiva, é imprescindível aceitar que vão discordar de você sim, mas isso não pode significa que a opinão alheia deve ser tratada como inferior a sua. O respeito é simples e é fácil de ser colocado em prática. O mundo é feito de conceitos, críticas, concepções. É direito do ser humano ter liberdade para expressar o que quiser. Se você não concorda, o choro é livre, afinal, você é livre para isso!

Rafaella Soares é estudante de jornalismo pela PUC Goiás. Gosta de falar sobre tudo o que dá na telha. Escreve todas as quartas-feira.

Quer comentar?

Comentários

Comente

Copy Protected by Chetan's WP-Copyprotect.