Temer corta comida de Dilma no Palácio da Alvorada

A presidente afastada Dilma Rousseff (PT) e seus auxiliares ficaram sem custeio para gastos básicos no Palácio da Alvorada. O governo interino cortou, na última quarta-feira (1º), o “cartão de suprimento”, que abastece a despensa e paga a manutenção da residência oficial. As informações são do jornal Folha de S. Paulo.

A Secretaria de Governo confirmou o corte do “cartão de suprimento” e disse que trata-se de uma ação “temporária”. De acordo com os governistas, a interrupção será mantida até que recebam o parecer jurídico sobre os direitos de Dilma Rousseff.

De acordo com a publicação, a Dilma ficou furiosa com a decisão e afirmou que trata-se de uma “mesquinharia”.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

Rápidas

Danilo Boaventura

Danilo Boaventura

É a seção que publica informações exclusivas, de bastidores sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás

Dinheiro Nosso

Rodolfo Torres

Rodolfo Torres

É a seção que publica informações exclusivas, de economia sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás

Deniza Zucchetti

Deniza Zucchetti

É professora por vocação, quase RI, escritora por amor nas horas vagas e mãe em período integral

Bruno Rodrigues Ferreira

Bruno Rodrigues Ferreira

É jornalista, psicólogo e especialista em Tecnologia e Educação e Gestão em Saúde