Adolescente de Goiânia que devolveu celular e pediu emprego foi assaltado

(Foto: Reprodução)
Pablo conta que ficou surpreso com o crime pouco tempo depois ter devolvido o celular a uma pessoa que tinha perdido

Após ficar conhecido por devolver um celular achado na porta de uma festa em Goiânia e pedir como recompensa uma chance de trabalho, Pablo Júnior Oliveira de Paula, 16 anos, foi assaltado.

Segundo a Polícia Militar, o garoto teve o celular e a carteira com R$ 20 roubados na última segunda-feira (27) enquanto estava em um ônibus na capital. Menos de uma hora depois dois suspeitos, de 21 e 19 anos, foram presos e a PM recuperou o aparelho.

“Esperaram todo mundo descer e anunciaram o assalto. Levaram minha carteira e o celular. Quando o ônibus estava fazendo o caminho de volta, eu vi a polícia abordando duas pessoas e já desci falando que eram eles que tinham me roubado”, disse Pablo.

Ao G1  contou que ficou surpreso com o crime pouco tempo depois ter devolvido o celular a uma pessoa que tinha perdido, mas ficou contente por, no fim, tudo ter se resolvido. “Fico meio assustado. Acontecem coisas boas e também coisas ruins. Mas, pelo menos, consegui recuperar as coisas”, comemorou.

Em tempo

Pablo passou por uma entrevista de emprego na Associação dos Magistrados do Estado de Goiás (Asmego). O adolescente deve ser contratado como auxiliar de almoxarifado assim que fizer a Carteira de Trabalho.
 
Uma condição imposta pelos futuros empregadores é de que o rapaz volte a estudar para que possa concretizar o sonho de se formar em direito.

Quer comentar?

Comentários

Nosso Facebook

Rápidas

Danilo Boaventura

Danilo Boaventura

É a seção que publica informações exclusivas, de bastidores sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás

Dinheiro Nosso

Rodolfo Torres

Rodolfo Torres

É a seção que publica informações exclusivas, de economia sobre o que for relevante em Anápolis e Goiás