Portal 6

Moradores de Anápolis constroem posto para a PM, mas Governo não manda policiais

Posto Policial na Vila São Vicente. (Foto: Reprodução)

Comando regional alega falta de efetivo e diz ter estratégia própria e ‘mais eficaz’ para combater a criminalidade

Há quase um ano os moradores da Vila São Vicente, mais conhecida como Igrejinha, construíram um posto para a Policia Militar com recursos próprios. A intenção da comunidade era aumentar a presença dessa força e ao mesmo tempo turbinar a segurança no bairro, um dos mais isolados de Anápolis.

Inaugurado com entusiasmo no ano passado, o local nunca recebeu sequer um policial e o prédio continua sem utilidade.

Para jornal O Popular, alguns comerciantes do bairro contaram que são os mais visados, dando como exemplo uma padaria que foi assaltada na última semana. Uma moradora também reclamou que até transeuntes tem sido alvo dos bandidos.

“Aqui é um bairro afastado do centro de Anápolis e os bandidos descobriram que não tem policiamento e estão aproveitando. Muitos amigos meus foram assaltados andando a pé por aqui”, relatou.

Posto Policial construído por moradores na Vila São Vicente. (Foto: Reprodução)

A edificação foi bem feita e dispõe de uma estrutura que muitos órgãos públicos não tem. Além do telhado de barro que refresca o ambiente interno, o posto policial é cercado por grades, portão de ferro e customizado com o brasão da PM, mas apenas a poeira frequenta o prédio.

Com a palavra, o 3º  Comando Regional da Polícia Militar em Anápolis

Desde a inauguração daquele posto policial, a comunidade estava ciente que a Polícia Militar não iria atender aquela situação, tendo em vista a falta de efetivo. Outro fator preponderante é que o modelo de policiamento adotado pela PMGO é o de Rádio Patrulha, ou seja, viaturas que realizam o patrulhamento por quadrantes.

Neste caso, existe uma viatura específica que realiza o patrulhamento por toda aquela região, sendo muito mais eficaz do que dois policiais fixos em um posto policial.

Quer comentar?

Comentários